menu
Ligue: 62. 3931-4200 | 62 3931-4201

13 dicas para combater a Doença do Refluxo Gastro-esofágico

24.07.2018

gastroesophageal-reflux-disease

E esôfago é um órgão tubular que liga a garganta ao estômago. No seu final há uma espécie de válvula (esfíncter) que abre para a passagem do alimento e se fecha depois, impedindo que o conteúdo gástrico volte. O refluxo acontece quando essa válvula não funciona bem.

Quando isso acontece, vem logo a sensação de queimação e azia, que pode chegar até a garganta, às vezes até com suco gástrico e restos de alimentos (regurgitação). Esses sintomas são comuns quando comemos excessos. Porém, se for muito frequente, prejudicando o dia-a-dia da pessoa e sua qualidade de vida, precisa ser averiguada.

Algumas pessoas podem apresentar sintomas atípicos, como tosse, rouquidão, pigarro e dor no peito, que podem relacionar-se ao refluxo.

A DRGE é uma doença crônica. Há cura das lesões esofágicas, mas não a causa da doença. Por isso sempre é importante um acompanhamento médico periódico para controlar as lesões e prevenir a recorrência dos sintomas tanto com cuidados gerais e/ou com medicação. Alguns casos, quando não tratadas, poder surgir complicações, como sangramento, inflamação crônica, estreitamentos, úlceras e até câncer de esôfago.

Fique por dentro de algumas medidas vão te ajudar muito no controle e prevenção da Doença do Refluxo Gastro-esofágico (DRGE):

  1. Mastigue bem os alimentos, comendo devagar e em ambiente tranquilo;
  2. Fracione sua dieta, comendo mais vezes ao dia (a cada 3 horas) e em menores quantidades; faça 3 refeições principais e pequenos lanches nos intervalos;
  3. Coma menos no período noturno, pois é quando a digestão é mais lenta;
  4. Diminua o consumo de gorduras, por elas deixam a digestão mais lenta, favorecendo o refluxo;
  5. Evite o consumo de bebidas alcoólicas e gasosas;
  6. Não fume, pois o cigarro pode piorar a função do esfíncter;
  7. Diminua o consumo de alimentos e bebidas de teor ácido, como molhos industrializados e frutas mais cítricas (limão, laranja e abacaxi);
  8. Alguns alimentos ou bebidas deixam a válvula mais “preguiçosa”, como chocolates, café, chás escuros (preto, mate, etc.) e condimentos fortes;
  9. Espere pelo menos 2 horas para deitar após uma refeição;
  10. Evite fazer esforço físico com estômago cheio, pois o aumento de pressão no abdome pode desencadear sintomas;
  11. Controle de peso – o excesso de gordura corporal, principalmente em abdome pode piorar os sintomas, por pressionar o estômago;
  12. Evite uso de roupas apertadas;
  13. Pessoas que acordam com refluxo a noite podem melhorar ao elevar a cabeceira da cama com um calço de 10-15 cm do chão.

Diferenciais Amice

Na Amice, trabalhamos com agilidade, reduzindo o tempo de permanência na clínica e sem riscos de infecções hospitalares. Valorizamos um contato direto com o médico prescritor, proporcionando maior tranquilidade e segurança aos pacientes

Mais detalhes

Convênios

A Amice possui convênios com as melhores operadoras de planos de saúde, consulte as condições de cobertura de acordo com o seu plano.

Mais detalhes